A música e a Experiência do Infinito (“Feldeinsamkeit”, de Brahms)

A música e a Experiência do Infinito (“Feldeinsamkeit”, de Brahms)

2 minutos Em Euterpe já conhecemos exemplos em que tanto que a música nos ensina a ler a poesia como a poesia ensina nos a ouvir música – lembramos do assustador doppelgänger que de fato rouba o lugar de um amante gorado e de alegria indizível da descoberta de uma gravidez por um casal. Hoje vamos ver como a música pode nos ensinar a enxergar na descrição de um simples poema de singeleza quase inócua simplesmente O SENTIDO QUE TEM A VIDA. A solidão e a natureza Caspar David Continue lendo